Polícia aguarda laudo de câmeras de segurança para concluir inquérito do incêndio no Atacadão

Equipamentos já foram recolhidos

Quarente e oito dias após o incêndio na loja do da , o laudo das câmeras de segurança é peça chave para concluir investigação.

Segundo o delegado titular da 7ª Delegacia de Polícia da Capital, responsável pelas investigações, Bruno Urban, ele ainda aguarda o laudo das imagens do equipamento de segurança, recolhidos no local.

O laudo inicial da perícia já havia apontado, no início do mês de novembro, que não havia indício de curto circuito no sistema do supermercado e nenhuma combustão espontânea. Ainda conforme o delegado, “no corredor onde o incêndio começou havia produtos inflamáveis, como álcool”.

Grande proporção

Considerado um dos maiores incêndios da década na Capital, o fogo na loja da rede no dia 13 de setembro levou quase 48 horas para ser controlado, usando mais de 400 mil litros d’água e tendo um rescaldo que levou o restante da semana para ser concluído. Focos de incêndio ainda eram localizado em meio aos escombros e, atualmente, operários e funcionários trabalham no local para acelerar o processo de reabertura.

A previsão para a reabertura da unidade está prevista para acontecer em janeiro de 2021.

Polícia aguarda laudo de câmeras de segurança para concluir inquérito do incêndio no Atacadão
Mais notícias