PMA autua professora em R$ 2,6 mil por danificar sete árvores em logradouro público

Uma professora de 58 anos foi autuada por danificar sete árvores em logradouro público em Aquidauana, cidade a 140 quilômetros de Campo Grande. Após denúncia, policiais militares ambientais de Aquidauana deslocaram-se ao bairro Alto, por causa da poda radical de árvores, que ocorria em uma calçada em frente à residência da professora, em uma esquina.

No local, nesta quarta-feira (30) à tarde, a PMA localizou o corte radical de sete árvores da espécie Oiti, do logradouro público, sem autorização ambiental. As atividades foram interditadas.

Ela foi autuada administrativamente e multada em R$ 2,6 mil. A professora também responderá por crime ambiental de danificar árvores em logradouro público e poderá pegar pena de três meses a um ano de detenção.

Mais notícias