PF mira quadrilha que fazia transporte de cocaína por barcos na fronteira com a Bolívia

Quadrilha tinha mais de R$ 2 milhões em bens móveis e imóveis

Uma quadrilha que fazia o transporte de cocaína usando barcos na região de fronteira da com Corumbá a 444 quilômetros de Campo Grande, foi desmantelada pela Polícia Federal, nesta quinta-feira (2), em uma Operação batizada de Paralelos 18/5.

Segundo as investigações da Polícia Federal, a droga tinha como destino a região nordeste do país. A quadrilha carregava a cocaína na área da fronteira e transportava de barco pelos rios e Taquari até a cidade de Coxim, no Estado. A partir de lá, a droga seguia por rodovias até a região nordeste. Foram cumpridos nove mandados de prisão preventiva, além de nove mandados de busca e apreensão, em Ladário, Ponta Porã, Campo Grande, e também nas cidades de Anápolis/Goiás, Taguatinga/DF, Parnamirim/RN e /RN.

Durante a operação foram sequestrados mais de R$ 2,9 milhões em bens móveis e e na suspensão das atividades de duas empresas. Ainda foram apreendidos aproximadamente 257 quilos de cocaína. Cerca de 48 policiais participaram da operação.

Nome da operação

O nome da operação faz referência às latitudes que separam a origem e o destino da droga, em um trajeto que ultrapassava 3,7 mil quilômetros.

PF mira quadrilha que fazia transporte de cocaína por barcos na fronteira com a Bolívia
Mais notícias