Petrechos ilegais de pesca são apreendidos durante fiscalização em acampamento

A ( Ambiental) fiscalizou 88 pescadores em acampamento e embarcações no rio Miranda e apreendeu petrechos ilegais. A polícia ambiental de Jardim realizou fiscalização no rio Miranda, desde a ponte da rodovia entre as cidades de Guia Lopes da Laguna e , até a foz do rio Formoso, desde a madrugada deste domingo (04).

Durante vistoria em vários acampamentos de pesca e abordou 16 embarcações em atividade de pesca amadora, pessoas cinco acampamentos e pescadores que praticavam a pesca no barranco do rio, em um total de 88 pessoas fiscalizadas, que foram orientadas sobre as normas de pesca, apesar de que todos pescavam legalmente.

Ainda segundo a , os trabalhos foram apreendidos 47 anzóis de galho e dois espinheis com 15 anzóis cada um. Os proprietários dos petrechos ilegais não foram identificados. Mesmo que não sejam presos esses infratores, a intensificação deste tipo de fiscalização de retirada desses petrechos com alto poder de captura evita a degradação dos cardumes e também impõe prejuízo financeiro ao perderem o petrecho ilegal.

Uma das maiores preocupações da é relativa à retirada dos rios desses petrechos proibidos que são armados por infratores, principalmente as redes de pesca, que além do alto poder de captura e depredação de cardumes, existe muita dificuldade de se prender os autores devido ao pouco tempo de exposição para armá-los nos rios.

Petrechos ilegais de pesca são apreendidos durante fiscalização em acampamento
Mais notícias