Perícia encontrou 12 ferimentos em jovem morto a tiros e dois suspeitos foram presos

Suspeita é de que a morte estava ligada a outro homicídio

O Batalhão de Choque da Polícia Militar prendeu no início da noite desta segunda-feira (13) dois suspeitos do homicídio de um jovem de 20 anos identificado como Vitor Hugo de Oliveira da Silva, de 20 anos, ocorrido por volta das 16h30 em uma residência na Travessa das Pedras, no bairro Nova Capital, em Campo Grande. A dupla trata-se de dois irmãos, de 23 e 33 anos.

As circunstâncias da prisão ainda não foram divulgadas. A dupla será encaminhada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) no Cepol (Centro de Polícia Especializada).

De acordo com o delegado André Luiz de Mendonça, da 4ª Delegacia de Polícia da Capital, a vítima tinha 12 perfurações no corpo, de entrada e saída de disparos. Também tinha várias passagens por desacato, roubo, tráfico de drogas e já havia sido alvo de tentativa de homicídio. 

No local, a polícia apreendeu uma moeda de R$ 1 e uma pequena porção de maconha com Vitor. A mãe dele presenciou o crime. A suspeita é de que o homicídio esteja ligado à morte de José Lucas Marques da Silva, 20 anos, assassinado no dia 8 de maio de 2017, na Rua Bento de Souza, no mesmo bairro. 

Os autores, que estavam em um veículo Uno verde, teriam ido em busca de uma pistola que supostamente estaria com Vitor. Eles pararam na esquina da casa e seguiram a pé. Após matarem Vitor, tentaram fugir, mas como a rua não tinha saída, retornaram em alta velocidade e quase capotaram em uma curva. Momentos após o crime, foram presos por policiais do Choque.

Mais notícias