Pedreiro que esfaqueou mestre de obras confessa que planejou crime após ser dispensado

Caso aconteceu na manhã desta segunda em Campo Grande

Após ser dispensado de trabalhar em uma construção no Jardim Seminário, em Campo Grande, um homem de 21 anos tentou matar o mestre de obras e o filho dele, na manhã desta segunda-feira (30). O suspeito foi preso em flagrante e após encaminhado a 2ª Delegacia de Polícia Civil da Capital, confessou que planejou o crime.

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, o crime aconteceu na construção em que todos os evolvidos estavam trabalhando, no Jardim Seminário. O suspeito teria sido dispensado na noite deste domingo (29) pelo mestre de obras de 45 anos de idade.

Não conformado, o suspeito foi até o local, por volta das 5h40 desta segunda, onde ficou escondido em um matagal esperando a chegada do mestre de obras, que iniciaria o serviço às 7h. Por volta das 6h40, a vítima chegou na construção junto com outros trabalhadores, momento em que o autor saiu do matagal. Aparentemente calmo, se dirigiu até o mestre de obras, sacou a faca que estava escondida por baixo da roupa e passou a golpear a vítima.

Dois filhos do mestre de obras tentaram defender o pai e um deles também foi atingido por uma facada. Depois, o suspeito fugiu entrando no mato, mas foi encontrado por testemunhas e amarrado até a chegada da Polícia Militar. Ele foi levado para a 2ª DP e confessou para a polícia que tinha a intenção de matar o mestre de obras. A faca usada pelo suspeito também foi apreendida.

O mestre de obras foi levado pelos filhos até a Upa (Unidade de Pronto Atendimento) Coronel Antonino, onde recebe atendimento médico. Ele não corre risco de morrer.

Pedreiro que esfaqueou mestre de obras confessa que planejou crime após ser dispensado
Mais notícias