PCC ameaça matar 4 agentes penitenciários e tira fotos da casa de um deles

Caso foi denunciado à Polícia Civil

A facção (Primeiro Comando da Capital) fez ameaças de morte contra quatro agentes penitenciários lotados na PED (Penitenciária Estadual de Dourados), a 225 quilômetros de Campo Grande. Os criminosos pararam em frente a casa de um dos alvos e ficaram no local por cerca de meia hora, tirando fotos. O veículo usado na ação já foi identificado.

Conforme boletim de ocorrência, a chefia de disciplina da unidade avisou aos servidores que tomassem cuidado, pois havia recebido denúncia anônima de que eles seriam os próximos alvos do . Informações apontam que um dos criminosos recebeu a tarefa de catalogar os endereços dos alvos e o outro teria que conseguir armas para o ataque

Um terceiro bandido, a partir das informações e armas obtidos pelos outros, faria a execução dos agentes. Neste domingo (23), um dos servidores recebeu telefonema da esposa alegando que um Fiat Uno prata com três suspeitos havia parado na frente de sua residência, onde ficou por aproximadamente meia hora tirando fotos do imóvel.

Testemunhas anotaram a placa e repassaram para a polícia. Foi identificado que o Uno pertencia a um homem que já havia cumprido pena na PED. No entanto, este homem teria denunciado outra pessoa, que também cumpre pena na unidade, por apropriação indébita envolvendo o veículo. Esta pessoa que foi denunciada seria integrante do .

Diante dos fatos, a Polícia Civil, bem como outras forças de segurança pública que atuam em Mato Grosso do Sul, foram informadas dos fatos. No ano passado, a Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado), deflagrou operação contra núcleo do que agia em Campo Grande monitorando e planejando a execução de agentes.

PCC ameaça matar 4 agentes penitenciários e tira fotos da casa de um deles
Mais notícias