Padrasto promete celular para estuprar criança, é flagrado de cueca e acaba preso

Estupros ocorriam há cerca de cinco anos

Um homem de 27 anos de idade foi preso após tentar estuprar a enteada de 12 anos de idade na promessa de dar um celular para a menina. Ele foi flagrado pela esposa, mãe da vítima, saindo de cueca do quarto da menina na última terça-feira (31). A mulher foi agredida pelo suspeito, que fugiu em seguida. Os abusos, conforme a menina, ocorriam desde que ela tinha 7 anos.

De acordo com as informações da Polícia Militar, a mãe acordou de madrugada com um grito. Ao verificar o que seria, percebeu que a porta do quarto de sua filha estava aberta e, no momento em que foi verificar, o homem estava saindo do cômodo somente de cueca.

A mulher questionou o que ele estava fazendo de cueca no quarto da menina, mas o suspeito não soube responder. Ainda, conforme a mãe da vítima, ela observou que a cueca estava ao contrário e também o questionou, quando ele disse que estava em um bar, onde teria ido ao banheiro e vestiu errado.

Desconfiada, a mãe perguntou para a filha se havia acontecido algo, quando a criança relatou que o padrasto deitou em cima dela, a beijou, tentou tirar sua roupa e prometeu que se caso o deixasse ficar com ela lhe daria um celular. Novamente questionado pela esposa, o suspeito ficou irritado, quando passou a agredir a mulher socos e chutes, depois fugiu.

A polícia esteve no local e conversou com a menina, que confirmou todos os fatos. A vítima ainda disse que os abusos acontecem desde que ela tinha 7 anos de idade e que já havia contado para a mãe, mas ela não acreditou.

O suspeito foi preso no local onde trabalhava. Contra ele, conforme as informações, já havia mandado de prisão pelo crime de homicídio.

Padrasto promete celular para estuprar criança, é flagrado de cueca e acaba preso
Mais notícias