Padrasto identifica homem prensado por carro e morto a tiros no Aero Rancho

Vítima tinha 39 anos e várias passagens pela polícia

Foi identificado como Vanderlei Carlos Ghidini, de 39 anos, o homem assassinado no Aero Rancho na noite de quarta-feira (2). Ele teria sido prensado por um carro e depois atingido por vários disparos de arma de fogo.

No dia seguinte ao crime, o padrasto de Vanderlei foi ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) e fez o reconhecimento da vítima. Vanderlei tem passagens pela polícia por crimes como ameaça, furto, tráfico de drogas e furto qualificado, sendo o último cometido em dezembro de 2017, conforme denúncia do (Ministério Público de ).

Uma moradora contou ao Jornal Midiamax que estava em casa na noite de quarta-feira quando ouviu muito barulho na rua. Assim, ela percebeu que acontecia uma confusão e, ao olhar pela janela, viu Vanderlei ser prensado contra o portão de uma casa por um carro.

Então, ele chegou a ficar com uma perna presa no portão. Em seguida, a moradora ouviu os disparos e se abaixou. Ainda após os tiros, Vanderlei chegou a cambalear e caiu no meio da rua, quando o motorista fugiu com o carro na contramão.

Com isso, a polícia apurou que a vítima foi morta com três tiros no tórax e tinha várias fraturas pelo corpo. Também segundo um outro morador do bairro, Vanderlei era conhecido por praticar vários furtos na região para vender os objetos roubados por drogas.

O caso segue em investigação como homicídio simples.

Padrasto identifica homem prensado por carro e morto a tiros no Aero Rancho
Mais notícias