Polícia

Operação fecha açougue que vendia carne estragada de animais furtados 

A Polícia Civil divulgou na tarde desta sexta-feira (08) resultado final da Operação Boi Zebu, deflagrada na região de Porto Murtinho, a 454 quilômetros de Campo Grande, para desarticular esquema de roubo, furto e receptação de gado. Um açougue que vendia carne em condições impróprias, dos animais abatidos, foi fechado. Ao todo, cinco pessoas foram […]

Renan Nucci Publicado em 08/05/2020, às 16h32 - Atualizado em 09/05/2020, às 10h18

Carne em condições impróprias para consumo foi apreendida. Foto: Divulgação
Carne em condições impróprias para consumo foi apreendida. Foto: Divulgação - Carne em condições impróprias para consumo foi apreendida. Foto: Divulgação

A Polícia Civil divulgou na tarde desta sexta-feira (08) resultado final da Operação Boi Zebu, deflagrada na região de Porto Murtinho, a 454 quilômetros de Campo Grande, para desarticular esquema de roubo, furto e receptação de gado. Um açougue que vendia carne em condições impróprias, dos animais abatidos, foi fechado. Ao todo, cinco pessoas foram presas, entre elas o dono de um restaurante, e um adolescente foi apreendido

Conforme divulgado, o objetivo da ação era desarticular organização criminosa que reiteradamente praticava crimes de abigeato. Há cerca de um mês a Delegacia de Polícia de Porto Murtinho  iniciou investigações, identificando suspeitos de participação. Ao todo, com base em representação policial, foram expedidos 12 mandados de busca e apreensão, quatro de prisão preventiva e busca e apreensão de dois veículos usados nas ações.

Na terça-feira (05), a Polícia Civil apreendeu duas armas de fogo e 100 munições calibre 22. No dia seguinte, um homem investigado por seis crimes também foi preso. Já nesta sexta-feira, foi deflagrada a fase final da operação, para cumprimento dos mandados. Em uma residência onde também funcionava um restaurante, foram presos preventivamente um homem e o genro dele, por conta do envolvimento em furto e roubo de gado.

O dono do local ainda foi autuado em flagrante por porte de arma de fogo. A mulher dele acabou presa por manter pescado em condições impróprias. Em outro mandado, foi fechado o açougue, onde estava o adolescente de 16 anos. Uma mulher que estava em uma casa com munições calibre 22 também foi presa e três homens estão foragidos.

Participaram da operação nesta sexta-feira  Delegacia de Polícia Civil Regional de Jardim, Delegacia de Polícia Civil de Porto Murtinho, Primeira Delegacia de Polícia Civil de Jardim, Delegacia de Polícia Civil de Atendimento à Mulher de Jardim, Delegacia de Polícia Civil de Nioaque, Delegacia de Polícia Civil de Bela Vista, Delegacia de Polícia Civil de Caracol, Delegacia de Polícia Civil de Bonito,  Delegacia de Polícia Civil de Guia Lopes o GPA (Grupamento de Policiamento Aéreo), com helicóptero.

Jornal Midiamax