Operação apreendeu 50 gigas de pornografia infantil com quatro investigados

Total apreendido deve aumentar, já que dados estão sendo processados

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul apreendeu pelo menos 50 gigas de arquivos com pornografian infantil durante a Operação Deep Caught, deflagrada nesta quinta-feira (28), sob coordenação da DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), para combater exploração sexual de crianças na internet.

De acordo com a delegada Marília de Brito Martins, da DEPCA, com o professor de Matemática preso no bairro Rita Vieira, em Campo Grande, e com o estudante detido na região da Vila Carlota, também na Capital, foram apreendidos 30 gigas de pornografia. Já com um vigia de 41 anos preso Bonito, foram um pouco mais de 19 gigas encontrados.

Além disso, foi encontrado vasto material com um técnico em eletrônica preso em Jardim, no entanto, não foi feita análise da quantidade de arquivos. Tanto na Capital quanto no interior, foram apreendidos vários dispositivos como celulares, HDs e computadores. O material será periciado. Ainda mais um suspeito que está sendo procurado.

Operação 

 Os mandados de busca e apreensão cumpridos no Estado foram identificados pela Polícia Civil com base em elementos informativos coletados em ambientes virtuais com indícios suficientes de autoria e materialidade delitiva.

O nome da operação se refere ao trabalho investigativo da Polícia Civil, no ambiente da deep weeb, com a consequente localização e captura dos autores dos crimes, praticados contra crianças e adolescentes. É na deep web que os autores conseguem ter acesso ao material como vídeos e imagens de pedofilia.

Operação apreendeu 50 gigas de pornografia infantil com quatro investigados
Mais notícias