‘Não carrego empregada’: motorista de app manda mulher cancelar corrida em condomínio de luxo

Motorista não permitiu que mulher entrasse em veículo

Uma mulher de 33 anos de idade procurou a delegacia de Polícia Civil no final da tarde desta segunda-feira (9) após ser impedida de entrar no carro de um motorista de aplicativo, em Campo Grande, por ser empregada e trabalhar em condomínio de luxo. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Conforme o boletim de ocorrência, a mulher contou que trabalha em um condomínio de luxo, localizado no bairro Montevidéu. Por volta das 14h40 solicitou um carro de aplicativo. Cerca de cinco minutos depois, o motorista chegou no local.

O condutor então parou no lugar programado para embarque, mas segundo o registro na delegacia, a mulher relata que ele demonstrou insatisfação e raiva ao vê-la. “Eu não carrego empregada, cancela a corrida e chama outro”, teria dito o motorista. Em seguida ele deixou o local.

O caso foi registrado como impedir acesso ao uso de transportes públicos ou qualquer outro meio de transporte concedido, e será investigado pelas autoridades competentes.

'Não carrego empregada': motorista de app manda mulher cancelar corrida em condomínio de luxo
Mais notícias