Mulher se recusa a cumprir quarentena e é procurada pela polícia na fronteira

Moradora em Ponta Porã, ela foi diagnosticada com coronavírus e quebrou a quarentena pela segunda vez

Uma mulher de 41 anos, residente no  Jardim Vitória, em Ponta Porã,  está sendo procurada por civis, militares e da Guarda Civil de Ponta Porã. Diagnosticada com coronavírus, ela foi notificada para cumprir a quarentena e está desrespeitando a Justiça pela segunda vez.

O delegado da Polícia Civil Patrick Linhares coordena pessoalmente as buscas e vários estabelecimentos comerciais e residências já foram visitadas, mas até a da noite deste domingo (17) ela não tinha sido localizada.

De acordo com informações,  as autoridades receberam a informação de a mulher deixou a casa dela ontem logo depois de receber a visita de policiais do secretário de Saúde, Patrick Derzi e não passou a noite na casa dela.

No meio da tarde de hoje os policiais foram até a casa dela e receberam a informação de que ela não estava cumprindo quarente no local e inciaram as buscas. Em locais indicados por parentes e amigos mas ela não foi localizada.

Ontem a prefeitura de Ponta Porã prestou queixa dela por descumprimento de medida sanitária, já que ela tinha comparecido a um posto médico solicitando atendimento presencial quando o protocolo para covid 19 indica que ela deveria ficar em casa e sendo acompanhada à distância pela equipe médica.

Se for encontrada a mulher pode ser presa. As pessoas que já confirmaram que tiveram contato com ela desde o último sábado  já foram comunicadas para ficar em quarentena e realizar o teste para saber se foram contaminados pelo coronavírus.

Mulher se recusa a cumprir quarentena e é procurada pela polícia na fronteira
Mais notícias