Motorista preso com mais de 200 quilos de cocaína receberia caminhão como pagamento

Veículo seria entregue após a realização de três fretes, mas acordo terminou na primeira viagem

O traficante flagrado nesta sexta-feira (7) pelos agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) com 209 quilos de cocaína disse em depoimento que receberia o próprio caminhão como pagamento pelo serviço. Entretanto, isso só iria acontecer após a realização de três viagens, mas acabou preso já no primeiro frete.

Segundo informações da PRF, que primeiramente efetuou a prisão de duas garotas de programa, uma estava com dois quilos de cocaína e a outra com 20 quilos de maconha, o procedimento do motorista foi usado para encobrir os 209 quilos de cocaína que estava escondida sob a carga de milho.

Com a duas mulheres presas, o condutor do veículo acreditava que poderia seguir viagem com a carga licita de 30 toneladas de milho que estava sendo levada para a cidade de Orleans em Santa Catarina.

As mulheres receberam voz de prisão no Trevo do Rancho do Laço em Dourados e o motorista foi preso depois que o compartimento falso foi descoberto durante a vistoria da carga em uma cerealista.

A PRF informou que o trio que saiu de Ponta Porã com as drogas, foi levado para a Polícia Federal de Dourados e autuado em flagrante por tráfico de entorpecente.

Motorista preso com mais de 200 quilos de cocaína receberia caminhão como pagamento
Mais notícias