Motorista de aplicativo é espancado por ‘gangue de travestis’ na Vila Carvalho

Transexual disse que se defendeu após sofrer discriminação por parte do motorista

Um motorista de aplicativo de 37 anos foi socorrido em estado grave, na noite desta quinta-feira (21), em Campo Grande, na Vila Carvalho, após ser espancado por um grupo de transexuais durante uma corrida. A transexual disse que estava se defendendo de ser agredida após discriminação.

A confusão teria começado por volta das 23 horas desta quinta (21) quando o motorista estava com a passageira, que disse durante a corrida havia sido discriminada pelo motorista. Momento em que os dois entraram em luta. Outras transexuais que estavam na região passaram também a espancar o motorista.

Colegas de profissão do motorista de aplicativo que passavam pela região tentaram separar a briga, e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado e a vítima socorrida inconsciente com vários ferimentos pelo corpo. Na delegacia, a transexual disse que apenas estava se defendendo do motorista. O carro do motorista ficou danificado pelo grupo.

Motorista de aplicativo é espancado por 'gangue de travestis' na Vila Carvalho
Mais notícias