Morador de rua mata homem com pedradas na cabeça e joga corpo em rio

Um morador de rua foi preso por matar outro morador de rua identificado como Genilton Meneses de Oliveira, conhecido como “Gegê”, na noite desta quinta-feira (05) em baixo de uma ponte da Rua Cândido Severino às margens do Rio Camapuã em Camapuã, cidade a 145 quilômetros de Campo Grande.

A Polícia Civil da cidade recebeu informações sobre o homicídio ocorrido às margens do Rio Camapuã. Com informações repassadas, os investigadores iniciaram diligências e localizaram o suspeito que, em breve interrogatório, confessou que matou Gegê a pedradas nesta quinta.

O autor disse que caminhava na companhia de Gegê na rua Cândido Severino na noite desta quinta, em direção à ponte do Rio Camapuã, e, quando chegarem ao local, tiveram um desentendimento.

Nesta discussão, Gegê teria dado dois tapas no rosto do autor e ambos entraram em luta corporal. Logo depois, já às margens do rio, embaixo da ponte, a vítima e foi banhar-se no rio, quando, ainda com raiva de Gegê por conta dos tapas que sofreu no rosto, pegou uma pedra e o golpeou a cabeça da vítima que morreu no local.

Após o crime, o assassino jogou o corpo do “colega” no meio do rio e deixou o local em seguida, publicou o site Camapuã News. Aos investigadores o autor disse que a pedra que usou para matar Gegê era de tamanho grande e após o crime, arremessou-a em meio das águas do rio.

Os policiais conseguiram localizar o corpo de Genilton em meio às águas do rio, a cerca de 100 metros abaixo do local onde o crime havia acontecido. O autor foi preso e encaminhado à delegacia.

Morador de rua mata homem com pedradas na cabeça e joga corpo em rio
Mais notícias