Integrante de tribunal do crime, ‘Metralha’ é morto a tiros na Capital

Autores teriam sido identificados por testemunhas

Foi assassinado a tiros na noite desta segunda-feira (24), no Parque do Sol, em Campo Grande, Ian Guilherme Ribeiro Bronzoni conhecido como ‘Metralha’ ou ‘Puro Ódio’. Testemunhas teriam afirmado que ‘Zoio’ seria o autor do assassinato.

O crime teria acontecido em frente a uma igreja, quando ‘Metralha’ que estava no local foi surpreendido por dois homens que estavam em uma motocicleta, sendo que o garupa desceu armado e fez os disparos contra Ian. Em seguida fugiram em direção ao bairro Dom Antônio Barbosa. Um dos tiros atingiu a cabeça de ‘Puro Ódio’, que foi socorrido para uma unidade de saúde do Coophavila.

Ian acabou morrendo logo após dar entrada na unidade de saúde. Testemunhas contaram à polícia que um dos autores do crime seria Breno conhecido como ‘Zoio’. A motivação para o crime ainda é apurada.

Ian Guilherme tinha dois processos por tráfico de drogas, sendo que em janeiro de 2019 cumpria pena na Máxima pelo crime e de dentro do estabelecimento penal continuava a comandar o tráfico utilizando o WhatsApp para manter o comércio de drogas.

Em outro processo, Ian é citado em depoimento por ter participado do tribunal do crime de Joice Viana de Amorim, em maio de 2018. Ela foi encontrada morta decapitada, e com as mãos amarradas para trás, em uma estrada vicinal na região do bairro Santa Emília, em Campo Grande.

Mais notícias