Polícia

Mesmo após casos de coronavírus, amigos são detidos fazendo festa em Brasilândia

Na madrugada desta quarta-feira (6), um dia após a confirmação de dois casos de coronavírus em Brasilândia, cidade a 382 quilômetros de Campo Grande, três pessoas foram detidas por fazerem festa em casa. A festa aconteceu durante a madrugada e até vídeo foi postado nas redes sociais. Segundo a Polícia Civil, durante a manhã foi […]

Renata Portela Publicado em 06/05/2020, às 10h34 - Atualizado às 13h53

Caso é investigado pela DP de Brasilândia. Foto: Arquivo
Caso é investigado pela DP de Brasilândia. Foto: Arquivo - Caso é investigado pela DP de Brasilândia. Foto: Arquivo

Na madrugada desta quarta-feira (6), um dia após a confirmação de dois casos de coronavírus em Brasilândia, cidade a 382 quilômetros de Campo Grande, três pessoas foram detidas por fazerem festa em casa. A festa aconteceu durante a madrugada e até vídeo foi postado nas redes sociais.

Segundo a Polícia Civil, durante a manhã foi informado sobre a festa com aglomeração de pessoas e abuso no uso de equipamento sonoro. Os policiais foram até a residência, onde encontraram vária latas de cerveja esparramadas.

Três pessoas, de 27, 30 e 31 anos tinham dormido no local e disseram que a festa acabou quando a Polícia Militar foi até a casa, durante a noite, ordenar que o som fosse abaixado. No entanto, a Polícia Civil apurou que a festa continuou durante a madrugada e que havia também duas crianças no local.

Conselho Tutelar foi acionado e os três envolvidos levados para a delegacia. Um vídeo postado nas redes sociais comprovou a festa, com aglomeração, realizada naquela casa. A caixa de som foi apreendida e os envolvidos responderão pela infração de medida sanitária e perturbação da tranquilidade.

Casos de coronavírus

Brasilândia passou a integrar o mapa do coronavírus em Mato Grosso do Sul, com dois casos confirmados, o de uma idosa e um homem, que seria genro dela. O paciente precisou ser transferido para o hospital de Três Lagoas e a mulher estaria em isolamento domiciliar.

A idosa procurou uma unidade de saúde no sábado, com sintomas aparentes de dengue, sendo confirmado posteriormente o quadro de coronavírus. No entanto, ainda há suspeita de que ela possa ter também contraído a dengue.

Uma festa de família foi feita na casa da idosa, antes do diagnóstico, o que deixou a cidade em alerta com 20 pessoas em observação, cumprindo quarentena.

Jornal Midiamax