Membro do PCC que matou e enterrou corpo de jovem em chácara é preso na Capital

Foi preso em casa no Jardim Bálsamo

Foi preso por equipes da DEH (Delegacia Especializada de Homicídios) em Campo Grande, membro da facção criminosa (Primeiro Comando da Capital) Sidney de Jesus Rerostuk de 27 anos, pelo assassinato de Sandro Lucas de Oliveira de 24 anos. O corpo foi encontrado em uma chácara.

Informações passadas pela são de que durante as investigações nesta terça-feira (28) foi encontrado o membro do , que estava em sua casa no Jardim Bálsamo. Ele tinha um mandado de prisão expedido contra ele pelo assassinato de Sandro que aconteceu em dezembro de 2019. A vítima havia sido vista pela última vez na Vila Nova Campo Grande.

Ele confessou o crime e ainda indicou aos policiais onde estava enterrado o corpo de Sandro, em uma chácara no bairro Chácara dos Poderes. Quando preso, foi encontrado com ele sete porções de cocaína. O autor também vai responder pelo crime de tráfico de drogas.O crime foi cometido a mando da facção criminosa. Ele ainda deve passar por audiência de custódia nesta quarta-feira (29).

Em junho deste ano, a polícia havia feito uma operação que capturou oito suspeitos do envolvimento com o desaparecimento de Sandro, em Campo Grande, ocorrido em dezembro de 2019. Foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão domiciliar, quatro mandados de prisão temporária e um mandado de busca e apreensão de adolescente. Conforme nota da Polícia Civil, um dos presos temporariamente ainda foi autuado em flagrante por posse de munição e outro por tráfico de droga.

Durante os trabalhos, outras três pessoas que não eram alvos imediatos foram presas em flagrante por tráfico de drogas, sendo que, dessas, duas eram foragidas do sistema penitenciário. Com eles foi encontrada droga destinada à comercialização e petrechos para preparação do entorpecente.

Membro do PCC que matou e enterrou corpo de jovem em chácara é preso na Capital
Mais notícias