Polícia

Marido de mulher assassinada por engano em Campo Grande é preso com arma

No fim da noite de sábado (9), homem de 36 anos foi preso em flagrante portando ilegalmente uma arma de fogo no Jardim Noroeste, em Campo Grande. Ele estava com a arma no carro, o mesmo veículo em que a esposa, de 22 anos, foi assassinada a tiro no dia 2 de abril. Equipe da […]

Renata Portela Publicado em 10/05/2020, às 06h51 - Atualizado em 11/05/2020, às 08h45

(Foto: Arquivo Midiamax)
(Foto: Arquivo Midiamax) - (Foto: Arquivo Midiamax)

No fim da noite de sábado (9), homem de 36 anos foi preso em flagrante portando ilegalmente uma arma de fogo no Jardim Noroeste, em Campo Grande. Ele estava com a arma no carro, o mesmo veículo em que a esposa, de 22 anos, foi assassinada a tiro no dia 2 de abril.

Equipe da Força Tática da 11ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) fazia rondas pela região do Noroeste quando viu o Celta branco e fez abordagem. Com o motorista foram encontradas 4 munições calibre 38 no bolso, além do revólver de mesmo calibre, Taurus, embaixo do banco, municiado.

Marido de mulher assassinada por engano em Campo Grande é preso com arma
Tiro entrou pelo para-brisa (Foto: Divulgação)

O homem revelou não ter porte ou registro da arma, mas contou que estava sofrendo ameaças de morte e que levava o revólver para segurança própria. Ele foi vítima de tentativa de homicídio no início de abril, a princípio por ter deixado uma facção criminosa, mas a esposa acabou morrendo no lugar dele.

Os dois estavam no Celta e a mulher foi ferida com um tiro na cabeça, disparado pelo passageiro de uma motocicleta. O disparo entrou no veículo pelo para-brisa e atingiu a mulher que estava no banco do passageiro, com o bebê do casal no colo.

Por portar ilegalmente a arma, o homem acabou preso em flagrante e encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, onde o caso foi registrado.

Jornal Midiamax