Mais um denuncia calúnia após ser acusado na internet de molestar mulheres

Rapaz de 27 anos afirma que está sendo levianamente acusado

Jovem de 27 anos procurou a Polícia Civil na tarde desta terça-feira (02), em Campo Grande, para denunciar crime de calúnia e injúria, após ter sido acusado de molestar mulheres. Tais acusações foram divulgadas por uma página da rede social Twitter, a partir da hashtag Exposedcg, criada para expor abusos. Outros três já haviam relatado a mesma situação.

O rapaz afirmou à autoridade policial da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do centro que está sendo levianamente acusado. “[…] Paga de bom moço, amiguinho… Mas na primeira oportunidade ta passando a mão, molestando, fazendo piadas e jogando indiretas com teor sexual seja pessoalmente ou por rede social, e se acha no direito de ser íntimo amigo (sic)”, diz a postagem.

Exposedcg

A hashtag ficou entre os assuntos mais comentados do Brasil na noite de segunda-feira, após várias mulheres, homens, adolescentes e adultos denunciarem casos de estupro e assédio que sofreram em Campo Grande. Os supostos autores dos crimes são amigos, familiares, colegas de trabalho ou de escola, professores, empresários, fotógrafos, entre vários outros.

O Midiamax ressalta a importância das vítimas procurarem a delegacia para denunciarem. Podem ser feitos registros em quaisquer delegacias e as vítimas, se preferirem, podem ir até a Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) ou Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher).

As vítimas podem denunciar os crimes até 20 anos após eles serem cometidos, sendo que no caso de crianças ou adolescentes os crimes prescrevem só 20 anos após a vítima completar 18 anos. Também pode ser feita denúncia pela Delegacia Virtual, caso a vítima não queira procurar pessoalmente uma unidade policial.

Mais um denuncia calúnia após ser acusado na internet de molestar mulheres
Mais notícias