Idosa transfere R$ 10 mil para estelionatário que usou foto da filha da vítima

Senhora recebeu mensagem via What'sApp e acreditou estar falando com a própria filha

Uma idosa de 71 anos procurou a delegacia após perceber ter sido vítima de um golpe sofrido através do aplicativo de mensagens What’sApp, em Campo Grande. A senhora acreditava estar conversando com a sua filha, que mora no Paraná.

Conforme informações do boletim de ocorrência, a vítima, que também mora no Paraná, recebeu mensagens de um número desconhecido, mas com DDD daquele Estado e com a foto de sua filha. Na conversa, o estelionatário, se passando pela filha, disse que estava com um número novo do trabalho.

O golpista pediu um depósito alegando que seu limite bancário havia excedido e precisava fazer o pagamento de alguns equipamentos. Como sua filha é dermatologista, a vítima, que está visitando um outro filho na Capital, acreditou que fossem equipamentos para o consultório e fez o depósito de R$ 10 mil sem questionar.

Posteriormente, ao falar com sua filha, a idosa constatou que tratava-se de um golpe e procurou a 3ª DP (Delegacia de Polícia da Capital) e denunciou o golpe.

Idosa transfere R$ 10 mil para estelionatário que usou foto da filha da vítima
Mais notícias