Idosa atacada com marteladas na cabeça por filho continua em estado grave no hospital

Filho cometeu suicídio após atacar família

A idosa de 72 anos atacada brutalmente com golpes de martelo na cabeça, continua internada na , em estado grave. O crime ocorreu na segunda-feira (27) em Corumbá, a 444 quilômetros de Campo Grande, durante um surto do filho da vítima, Orlando Willian Lopez Ledezma, 45 anos, que cometeu suicídio após o ataque.

A mulher foi socorrida a uma unidade de saúde local, mas devido a gravidade das lesões, foi transferida para a Santa Casa. Ela tinha fratura no crânio e realizou cirurgia.

Segundo a assessoria do hospital, a idosa agora está no CTI (Centro de Terapia Intensiva), sem sedação, aguardando despertar do procedimento cirúrgico. O estado de saúde é considerado grave.

O caso

No início da manhã de segunda (27), o homem teria tido um surto, quando pegou um martelo e começou a dar nos familiares. Com isso, deixou a mãe em estado grave e provocou ferimentos mais leves na esposa e no filho de 10 anos.

Em seguida, Orlando pegou uma faca e uma tesoura e deu no próprio pescoço e abdômen. Assim, Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) estiveram no local, além de . Ele acabou morrendo no hospital horas depois.

Idosa atacada com marteladas na cabeça por filho continua em estado grave no hospital
Mais notícias