Em vídeo gravado pelo filho, idosa nega que tenha apanhando da nora

Imagens da agressão circularam e revoltaram quem assistiu à cena

Depois que as imagens de agressão a uma idosa de 82 anos circular em grupos de WhatsApp e deixar várias pessoas revoltadas com a cena, o filho de 34 anos da vítima quer tinha feito as imagens, teria feito gravado um novo vídeo onde a idosa nega as agressões da nora, uma pastora. O caso aconteceu na cidade de Nova Andradina, a 297 quilômetros de Campo Grande.

Depois da repercussão as imagens, o filho gravou um novo vídeo com a idosa onde a mulher nega que tenha sido agredida pela nora, segundo o site Nova News. A atitude seria para amenizar a repercussão que o vídeo ganhou nas redes sociais. Segundo informações, ele será intimado a prestar esclarecimentos e poderá ser indiciado por possível coação da vítima.

O caso de agressão teria ocorrido há aproximadamente dez dias e foi filmado pelo filho da vítima. As imagens foram divulgadas nas redes sociais e chegaram ao conhecimento de uma neta, que denunciou o caso à Polícia Civil.

Após o fato ganhar repercussão, a vítima deixou a residência e foi morar com outro filho, no distrito de Nova Casa Verde. O homem que fez a filmagem era responsável por administrar o dinheiro da aposentadoria da mãe e teria registrado o caso a fim de produzir provas contra a vítima.

“Ele estava, na verdade, tentando produzir provas contra a própria mãe, que teria, segundo eles, agredido a nora pouco antes. Por este motivo ele fez a filmagem”, teria dito a neta aos policiais, conforme relatado pelo Nova News. O boletim de ocorrência foi registrado como vias de fato e a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) deve apurar o caso.

Em vídeo gravado pelo filho, idosa nega que tenha apanhando da nora
Mais notícias