Vizinho que teve gato morto por Pitbull é atacado pelo animal e acusa dona de pouco caso

Caso foi registrado como "Omissão de cautela na guarda ou condução de animais" e "lesão corporal culposa"

Um homem de 30 anos morador no bairro Dom Antônio Barbosa registrou na noite deste domingo (16) boletim de ocorrência no qual afirma ter sido atacado pelo cão Pitbull de sua vizinha, na tarde do mesmo dia.

De acordo com o boletim de ocorrência, o ataque ocorreu enquanto a vítima estava com a filha de apenas 10 meses de idade, juntamente com um cachorro de sua propriedade, conduzido por guia e coleira, em frente à própria residência. Foi quando um cachorro da raça pitbull, pertencente a sua vizinha, atacou seu animal de estimação.

A vítima afirma que foi mordida na mão esquerda ao tentar impedir que o Pitbull matasse o outro cão, assim como a esposa dele. Foi quando um vizinho que testemunhou o ataque conseguiu parar o cão feroz recorrendo á água gelada.

O homem ainda relatou que a proprietária do pitbull é displicente, pois costuma deixar o portão da residência aberto e que não é a primeira vez que o cão ataca outros animais, tendo, inclusive, matado um gato da vítima.

Ele também relatou que a vizinha se exaltou ao ser interpelada, sem revelar intenção de resolver o problema. o animal de estimação da vítima, da raça Chow Chow, sofreu perfurações mas aparentemente passa bem. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol como “Omissão de cautela na guarda ou condução de animais” e “lesão corporal culposa”.

Mais notícias