Homem que foi pisoteado por égua não resiste e morre após 17 dias

O animal se assustou, derrubou o homem e pisoteou em seu tórax

Um homem de 40 anos morreu 17 dias depois de cair e ser pisoteado por uma égua, em Glória de Dourados, a 275 km de Campo Grande. Desde então, ele estava internado no Hospital da Vida em Dourados, a 225 km da Capital, e morreu por volta das 19 horas deste sábado (11).

Vanderlei Monteiro Gomes, de 40 anos, estava cavalgando em uma égua quando o animal se assustou e o derrubou. A égua ainda o pisoteou na região do tórax. Na ocasião, Vanderlei foi socorrido e levado ao Hospital da Vida, conforme informações do Dourados News.

Ainda neste sábado (11), há um boletim de ocorrência registrado pela esposa da vítima. Ela denuncia que Vanderlei gritava de dor há 24 horas e não estava recebendo atendimento no hospital. Segundo boletim de ocorrência, ela ligou várias vezes para o médico que acompanhava o caso de Vanderlei, mas ele não compareceu ao hospital para avaliar os exames.

Não sendo atendido pelo médico responsável, o outro médico do hospital não teria aceitado atender a vítima porque o caso seria específico do cirurgião. Ela ainda denuncia que os enfermeiros disseram que não podiam fazer nada.

Mais notícias