Motorista é preso em MS com 1.020 comprimidos de medicamento proibido

Ao todo eram 51 cartelas do Rheumazin Forte

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) prendeu um homem de 48 anos que transportava 1.020 comprimidos contrabandeados do medicamento Rheumazin Forte, usado no tratamento de reumatismo e proibido no Brasil pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O flagrante ocorreu na sexta-feira, em Coxim, a 253 quilômetros de Campo Grande.

Segundo nota, a equipe fazia fiscalização BR-163, quando abordou uma picape Saveira conduzida pelo suspeito. O homem alegou que tinha ido ao Paraguai levar o filho que estuda medicina. No entanto, o nervosismo dele levantou suspeitas da equipe que decidiram fazer uma vistoria minuciosa no veículo, e acabaram achando o remédio.

Ao todo eram 51 cartelas do Rheumazin Forte. Ao ser questionado, ele afirmou ter comprado a mercadoria em Pedro Juan Caballero, no Paraguai, por R$ 7 cada cartela e que venderia por R$ 40 cada em Monte Negro (RO). Por este motivo, foi preso e entregue à Polícia Federal em Campo Grande.

Motorista é preso em MS com 1.020 comprimidos de medicamento proibido
Mais notícias