Fazendeiro é multado por degradar áreas protegidas para construção de estrada

A ( Ambiental) de Aparecida do Taboado autuou um fazendeiro em R$ 5,5 mil por degradar áreas protegidas por lei para construção de estrada ilegalmente. De acordo com a polícia, uma equipe recebeu denúncias, versando sobre a construção de uma estrada, que estaria afetando APP (Área Protegida de Preservação Permanente), em uma fazenda no município, onde autuou o proprietário por crime e infração ambiental.

Ainda segundo a , a equipe foi à fazenda objeto da denúncia e localizou a estrada que fora construída, passando e degradando uma área protegida de vereda, bem como derrubando árvores das matas ciliares (área de preservação permanente – APP) de um lago denominado “Lago Azul, na propriedade. O proprietário da fazenda construiu a estrada com aterro e cascalho, com o objetivo de propiciar acesso de pessoas e gado ao lago, degradando a área protegida sem autorização ambiental. A atividade foi interditada.

O infrator de 68 anos, residente em Aparecida do Taboado, foi conduzido à delegacia de da cidade e responderá por crime ambiental. Ele também foi autuado administrativamente e recebeu multa de R$ 5,5 mil. O autuado foi notificado a apresentar junto ao órgão ambiental um plano de recuperação da área degradada e alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Fazendeiro é multado por degradar áreas protegidas para construção de estrada
Mais notícias