Fazendeiro é multado após postar foto em rede social com tucano abatido em MS

Ele vai responder por crime ambiental e pode pegar até 1 ano de detenção

Pecuarista de 66 anos foi autuado e multado em R$ 500 pela ( Ambiental) depois de postar imagem em rede social em que estaria ‘ensinando’ a aproveitar carne de tucano abatido. Nas imagens, a ave está pendurada de cabeça para baixo por uma corda e a mão do homem aparece com uma faca. O caso aconteceu em Mundo Novo, a 452 km de Campo Grande.

Aos policiais, o fazendeiro confirmou a autoria da foto, mas alegou ter atropelado o animal. Entretanto, utilizar o subproduto é crime previsto pela Lei de Crimes Ambientais, que protege a fauna.

A pena prevista para essa prática é detenção de seis meses a um ano, além da multa de R$ 500.

Com características marcantes e inconfundíveis, grande número de Tucanos são encontrados no , pois seu corpo mede 56 cm, o bico 20 cm e pesa 540 gramas.

A Espécie não se adapta em cativeiro, se recusa a comer, perde ânimo e a vontade de viver. A espécie está ameaçada de extinção, é muito procurada no mercado negro de aves e animais exóticos, pratica ilegal, mas frequente em todo o país.

Fazendeiro é multado após postar foto em rede social com tucano abatido em MS
Mais notícias