Fazendeira é multada em R$ 381 mil por incêndio em 95 hectares de vegetação

A ( Ambiental) multou uma R$ 381 mil por incêndio em sua propriedade atingindo 95 hectares de vegetação protegida e pastagem de fazendas vizinhas em Batayporã, cidade a 385 quilômetros de Campo Grande.

Fazendeira é multada em R$ 381 mil por incêndio em 95 hectares de vegetação
Divulgação,

A polícia informa que durante a operação de prevenção aos incêndios florestais, com trabalhos de orientações nas propriedades rurais, neste período crítico de seca, autuaram a proprietária de uma fazenda no município por incêndio em sua fazenda que atingiu propriedades vizinhas na cidade.

Ainda de acordo com a , a proprietária realizou a limpeza de uma área de pastagem, e, em seguida, mesmo neste período proibido, ateou fogo no material lenhoso e capins. Como não tomou os cuidados adequados, o fogo saiu do controle e se alastrou atingindo uma área de vegetação nativa remanescente de sua fazenda de 3,95 hectares.

O incêndio prosseguiu em duas propriedades vizinhas, queimando área protegida de 65,37 hectares de vegetação nativa de Reserva Legal em uma fazenda e mais 29,33 hectares de pastagem em outra.

A infratora residente em Batayporã, foi autuada administrativamente e multada em R$ 381 mil pela queima das áreas de proteção ambiental e de pastagem.

No estado, neste período mais seco, a Portaria do IMASUL nº 797, de 24 de junho de 2020 suspendeu as Autorizações Ambientais de queima controlada pelo prazo de 180 (cento e oitenta) dias para as áreas rurais.

Fazendeira é multada em R$ 381 mil por incêndio em 95 hectares de vegetação
Mais notícias