Fazendeira é flagrada por poda de árvores em mata ciliar de córrego

A ( Ambiental) de Jardim autuou uma fazendeira em R$ 5 mil por derrubar árvores para exploração da madeira em área protegida de mata ciliar de córrego em Jardim, cidade a 237 quilômetros de Campo Grande.

Segundo a , policiais ambientais que trabalham nas propriedades rurais na operação em prevenção aos incêndios, realizavam fiscalização em uma fazenda no município, a 20 km da cidade e encontraram árvores de grande porte derrubadas para exploração da madeira, na área protegida de preservação permanente de mata ciliar de um córrego que corta a propriedade.

Ainda de acordo com a polícia, a equipe constatou o corte de quatro árvores de grande porte das espécies jatobá e piúva, uma com mais de dois metros de diâmetro, as quais estavam sendo desdobradas em tábuas no local.

A proprietária da fazenda (67), residente em Campo Grande, foi autuada administrativamente e foi multada em R$ 5 mil. Ela também responderá pelo crime ambiental de degradação de Área de Preservação Permanente, com pena de um a três anos de detenção.

Fazendeira é flagrada por poda de árvores em mata ciliar de córrego
Mais notícias