Executado por dupla em motocicleta no Tiradentes foi atingido por 11 tiros

Caso semelhante aconteceu em setembro de 2019

Até o momento não foi identificado o homem, que aparentava ter aproximadamente 30 anos, executado no fim da tarde de sábado (18), no Tiradentes. Ele foi morto com pelo menos 11 disparos, efetuados por dois homens que estava em uma motocicleta vermelha, enquanto andava pela Rua do Pistão.

As primeiras informações dão conta que o homem andava pela rua quando os dois suspeitos chegaram na Honda Titan vermelha e efetuaram os disparos. Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas a vítima não resistiu. Policiais da 6ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar) também estiveram no local.

A vítima não portava documentos e até o momento não foi identificada. Trata-se de um homem com várias tatuagens, um anjo das costas, um coração com espada e o nome Elves gravado nas costas, um palhaço no ombro direito e uma estrela de Davi na panturrilha direita. Conforme a polícia ele foi atingido por pelo menos 11 disparos, e não 9 como informado anteriormente.

Nos primeiros trabalhos da Perícia foi possível identificar um tiro na axila, 4 na cabeça, 2 no braço esquerdo, um no pescoço, um perto da escápula, um na costela e um no peito. Foram apreendidos 11 estojos de munição calibre 9mm e uma chave de fenda que a vítima levava no bolso. Equipes do GOI (Grupo de Operações e Investigações) também esteve no local.

O caso é tratado como homicídio simples e foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol.

Caso semelhante

Fernando foi assassinado a tiros (Foto: Renata Portela)

Em 28 de setembro, Fernando Garcia de Arruda, de 29 anos, foi morto com 11 tiros quando estava parado na frente de uma casa no Tiradentes. Ele estava na Rua da Flauta quando dois homens passaram em uma motocicleta e o garupa fez os disparos de pistola.

‘Shrek’ como era conhecido, foi assassinado a princípio por uma disputa de facções, e o caso foi investigado pela 4ª Delegacia de Polícia Civil. O autor do crime teria sido identificado como ‘Pônei’, que ainda não teria sido preso. Ele já cumpre pena por outro crime e estaria evadido do Sistema Prisional.

Mais notícias