Ex-marido que matou mulher a facadas presta depoimento e ficará preso em delegacia

Delegada afirmou que falará sobre caso ao final do inquérito

Acusado de matar a ex-mulher Valéria Ribeiro, 30 anos, a facadas na noite do último 14 de maio, o homem de 31 anos já prestou depoimento na delegacia de Polícia Civil de Paranaíba, a 407 quilômetros de Campo Grande. A delegada que está a frente das investigações, Eva Maira Cogo, afirmou que falará sobre o caso ao final do inquérito policial.

De acordo com as informações da delegada, o homem – que tentou se matar após esfaquear Valéria -, foi encaminhado ao hospital e no dia seguinte ao homicídio, levado para a delegacia. Ele prestou depoimento e, por medida de segurança por conta da pandemia de coronavírus, ficará preso na delegacia. O caso corre em segredo.

Valéria foi morta a facadas, em frente a própria filha, cujo desespero foi filmado por vizinhos, que teriam tentado ajudar a menina. O assassino estava inconformado com o fim do relacionamento, iniciado em outubro do ano passado, e armado, tentou invadir a casa da vítima, quando Valéria chegava de moto.

De acordo com relatos de vizinhos, o homem chegou a disparar, mas a filha de Valéria conseguiu desarmar o agressor, que teria, então, trancado o portão e entrado na casa para pegar uma faca, usada para matar a vítima. Depois, o homem de 31 anjos tentou suicídio se ferindo com facadas no pescoço e abdômen.

Ex-marido que matou mulher a facadas presta depoimento e ficará preso em delegacia
Mais notícias