Estudante de medicina e esposo são presos com cocaína avaliada em R$ 450 mil

Homem alegou que receberia R$ 10 mil para fazer transporte de Ponta Porã até Três Lagoas; criança estava no carro

Um casal foi preso nesta terça-feira (20) com 32kg de cocaína avaliada em aproximadamente R$450 mil, na , em Campo Grande. Ambos já eram investigados e foram parados diversas vezes em rodovias, entretanto, não foram encontradas drogas com eles. A mulher é farmacêutica e cursa medicina, e o homem tentou convencer os policiais que ela não sabia do transporte da droga.

Equipes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) chegaram até o veículo após denúncia anônima repassada pela Denar (Delegacia Especializada de Repressão do Narcotráfico). Segundo informações da PRF, o casal já tinha sido abordado outras vezes saindo de Ponta Porã e na BR-262, na região de Três Lagoas. Contudo, não foram encontradas drogas com eles.

Segundo informações da Denar, a mulher é farmacêutica e está no quinto ano do curso de medicina. Após fiscalização na , em Campo Grande, as equipes da PRF avistaram o veículo, um Peugeot 308, vindo de Sidrolândia, distante 70 km da Capital. Uma criança, filho do casal, também estava no carro.

Inicialmente, o homem disse aos policiais que visitaria seus pais em Campo Grande. Após vistorias no carro, os policiais encontraram 46 tabletes de cocaína, que pesaram 32kg. Ele assumiu o tráfico de drogas, alegou que receberia R$10 mil para fazer o transporte de Ponta Porã à Três Lagoas e que sua esposa não sabia de nada.

Entretanto, policiais alegaram que as denúncias anteriores apontavam que o casal agia em conjunto e que a esposa tinha conhecimento do transporte da droga. Após perícia, foi constato que a pasta base de cocaína totalizou 32kg.

Estudante de medicina e esposo são presos com cocaína avaliada em R$ 450 mil
Mais notícias