Operação da Polícia Federal apura desvios de mais de R$ 60 milhões da prefeitura de Corumbá

São cumpridos seis mandados em Corumbá e um em Campo Grande

A deflagrou na manhã desta quinta-feira (15) Operação Cornucópia II contra esquema de desvios de recursos públicos dentro da prefeitura de Corumbá entre os anos de 2008 e 2013, causando um prejuízo de R$ 60 milhões. Sete mandados são cumpridos em Corumbá e em Campo Grande.

O esquema consistia no aumento ilegal da folha de pagamento de servidores cooptados pela organização criminosa com consequente aumento na margem para contratação de empréstimos consignados.

Os empréstimos eram aprovados e, posteriormente, os valores eram sacados na rede bancária e repassados à cúpula da organização criminosa, gerando prejuízo cofres públicos. A equipe de investigação apurou que o montante obtido ilegalmente tenha alcançado mais de R$ 60 milhões.

Aproximadamente 30 Policiais Federais cumprem sete mandados de busca e apreensão, sendo seis em Corumbá e um na capital Campo Grande, nas residências dos indiciados que integravam a cúpula da organização criminosa investigada.

Nome de Operação

Cornucópia é o símbolo da abundância na mitologia grega e deu nome à operação em alusão à riqueza supostamente obtida pelos envolvidos, além da abundância de recursos públicos disponibilizados de forma ilícita. A Cornucópia II é desdobramento de operação homônima deflagrada em novembro de 2013,  em conjunto com a 5ª Promotoria de Justiça de Corumbá. Desta vez, a operação miraria na busca e apreensão de bens de envolvidos, segundo a  (alterada às 9h31 para acréscimo de informações).

Operação da Polícia Federal apura desvios de mais de R$ 60 milhões da prefeitura de Corumbá
Mais notícias