Em pedido de Justiça por Everton, mutirão de doação de sangue acontece no sábado

Familiares e amigos marcam doação de sangue como forma de protesto pacífico e pedem justiça

Após a morte de Everton Quebra de Oliveira, de 29 anos, durante uma festa de aniversário do seu irmão no último domingo (22), familiares marcaram um protesto pacífico. Ao invés de cartazes e buzinaços, o pedido de justiça pelo jovem será em forma de doação de sangue. A concentração será no da Capital, a partir das 7h do sábado (28).

Através de um post nas redes sociais, familiares e amigos divulgaram que a campanha de doação é espontânea e considera que o estoque de sangue no está baixo, para todos os tipos sanguíneos. “Quem puder doar e ser solidário com a família, compareça”, pede.

Desde o começo da pandemia da , o atende com horário marcado para evitar aglomerações. Entretanto, pelo baixo estoque e urgência nos atendimentos, estão aceitando excepcionalmente esta semana, livre demanda, respeitando os protocolos de segurança.

“Não podemos deixar tudo o que aconteceu virar apenas mais uma estatística, quem conviveu com o Everton sabe que ele jamais iria deixar de defender uma criança, uma mulher ou algum de seus amigos”, diz uma publicação.

O crime

Everton e familiares estavam em uma festa de aniversário do irmão dele no último sábado (22), quando houve uma briga entre convidados da festa e um rapaz que seria o vizinho do salão de festa alugado, no Portal Caiobá.

Com isso, uma das sobrinhas dele saiu chorando do local de festas e a outra menina de 15 anos foi atrás para consola-la sendo que encostaram no carro do autor, que mora ao lado e neste momento ele teria de maneira ríspida mandado que as meninas saíssem sendo que a garota respondeu que não precisava de tudo aquilo.

Foi neste momento em que o autor desferiu um tapa no rosto da adolescente e todos saíram do salão para ver o que estava acontecendo. Um dos sobrinhos de Everton foi tentar defender a menina e foi esfaqueado. A vítima também entrou na defesa e acabou ferida com um golpe na barriga.

Everton chegou a ser socorrido, mas não resistiu e morreu. A viúva do rapaz disse que antes de fugir, o autor teria tentado atropelar quem estava na frente do salão de festas.

Em pedido de Justiça por Everton, mutirão de doação de sangue acontece no sábado
Mais notícias