Em operação, polícia faz ‘pente-fino’ na antiga rodoviária

Mais uma fase da Laburu foi deflagrada e 4 foram presos

Força-tarefa que envolveu a Polícia Milita e Civil, nesta sexta-feira (24), resultou na prisão de quatro homens, na região da antiga rodoviária, em Campo Grande. A ação faz parte de mais uma fase da Operação Laburu.

Dos quatro presos, dois responderão por tráfico de drogas e outros dois foram levados para a delegacia por estarem fugidos do sistema prisional. Ambos foram encaminhados para Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) e Denar (Delegacia Especializada na Repressão ao Narcotráfico).

Ponto de moradia para pessoas em situação de rua e usuários de álcool e drogas, a antiga rodoviária de Campo Grande, foi o palco da Operação Laburu, que tem como objetivo o combate ao uso e tráfico de drogas nas imediações do local e outros pontos ‘sensíveis’ da área central.

Segundo o tenente coronel da PM, Claudemir de Melo, durante a ação, cerca de 100 pessoas que estavam em atitudes suspeitas foram abordadas. As abordagens em vias públicas se estenderam a hotéis como que fica nas proximidades e servem de ponto para distribuição de entorpecentes foram vistoriados pela equipe da Derf.

Além do combate ao tráfico, e com o objetivo recapturar foragidos da Justiça, apreender armas e outros objetos de crimes, e promover uma maior sensação de segurança aos comerciantes e moradores locais. A operação teve início às 8h e terminou por volta das 9h.

Para a administradora do Prédio da Antiga rodoviária, Rosane Neli, às constantes operações trás melhorias para a região e diz; ” não é um problema social, e uma questão de segurança pública mesmo”, e se diz animada com a possibilidade de reforma do Prédio e mais segurança no local.

O nome, Operação Laburu, é uma referência ao nome do local, Terminal Rodoviário Heitor Eduardo Laburu.

Mais notícias