Em ação para coibir casos de perseguição de mulheres, suspeito é preso com duas armas

Mandado foi cumprido durante a Operação Vênus

Na segunda-feira (13), durante cumprimento de mandados na Operação Vênus, um homem de 32 anos foi preso em flagrante com duas armas de fogo em casa. Ele é morador no Nova Tiradentes e foi detido durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão.

Equipes da da (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) foram até a casa do suspeito, onde foi cumprido o mandado de busca e apreensão. Assim, foram encontradas as duas armas de fogo na residência do homem, morador na Rua Dois Irmãos.

Com isso, foi feito o flagrante por posse irregular de arma de fogo. Ainda segundo a polícia, foram apreendidas uma carabina calibre .22 e uma pistola Taurus .45. Também foram encontrados carregadores e munições, que foram apreendidos.

A princípio o suspeito tinha registro das armas, mas não das munições. Ao todo, foram 4 homens presos mediante mandado e um em flagrante durante a ação.

Operação Vênus

A não atua de forma preventiva ou ostensiva, no entanto, a operação foi deflagrada para dar uma resposta à sociedade após relatos de perseguições e desaparecimentos. Essa movimentação teve início após o sequestro e morte de Carla Magalhães, de 25 anos, no dia 30 de junho.

Desde o crime que vitimou Carla, mulheres de vários bairros de Campo Grande passaram a relatar casos de desaparecimento e inclusive perseguição. Em alguns depoimentos, contam que foram seguidas por homens ocupantes de veículos, divulgando até fotos dos carros e as placas.

Assim, em conjunto com a (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) e Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos), foi deflagrada a Operação Vênus. Nesta segunda-feira foram cumpridos os mandados de prisão em aberto e os bairros alvo das ações são Tiradentes, Itamaracá, Vilas Boas, Mansur, Estrela Dalva, Oiti, Noroeste, Flamboyant, Estrela Park, Cristo Redentor, Porto Belo e Jardim Itatiaia.

“É nosso dever constitucional reprimir e buscar evitar delitos contra as mulheres”, afirmou a delegada Fernanda. As ações realizadas entre as três delegacias especializadas também atuam no combate ao tráfico de drogas e o combate aos crimes contra o patrimônio.

Em ação para coibir casos de perseguição de mulheres, suspeito é preso com duas armas
Mais notícias