Em 1 dia, Paraguai destrói mais de 40 toneladas de maconha destinadas ao Brasil

Ações foram realizadas pela Senad através da destruição de acampamentos

A Senad (Secretaria Nacional Antidrogas do ) destruiu mais de 7,5 toneladas de maconha durante incursão realizada na tarde desta sexta-feira (20), em área de vegetação localizada na região da Colônia Ypytã, no estado de Caaguazu, a cerca de 220 quilômetros da fronteira com o município sul-mato-grossense de Paranhos. 

Ao todo, foram erradicados dois hectares de plantação da erva, bem como uma tonelada da droga pronta. O material era produzido em acampamento dentro de mata fechada, como forma de dificultar a ação policial. Conforme a Senad, o destino seria o Brasil, tanto por quanto pelo estado do Paraná.

Mais cedo, no estado de Canindeyú, que fica na linha internacional com Mundo Novo, Japorã, Sete Quedas e Paranhos, havia sido apreendidas 41 toneladas de maconha picada e prensada, em acampamento. Ao todo, são 48 toneladas anuladas. O material estava avaliado em aproximadamente R$ 7 milhões e seria de facções brasileiras.

Em 1 dia, Paraguai destrói mais de 40 toneladas de maconha destinadas ao Brasil
Mais notícias