Parceiros para arrastões em bairros de Campo Grande se conheceram em Unei

Na fuga tentaram dar ‘tranco’ no carro que falhou e acabaram presos pela polícia

A dupla que foi presa nesta quarta-feira (25), em Campo Grande, no bairro Carandá Bosque depois de um arrastão em várias casas teria se conhecido na Unei (Unidade Educacional de Internação). Eles passam por audiência de custódia nesta quinta-feira (26).

Luiz Henrique que foi preso em um lava-jato, no Tiradentes, disse que na última segunda-feira (23) foi ‘convidado’ pelo Ronaldo Flores a ser piloto do carro durante os furtos. Luiz contou que aceitou fazer parte porque estava precisando de dinheiro, mas disse que o comparsa não havia falado quanto pagaria pelo serviço.

A dupla foi presa quando tentava dar um ‘tranco’ no carro que havia falhado, sendo neste momento surpreendidos por equipes do Choque, que fizeram a prisão. Ronaldo confessou os crimes e o terceiro comparsa da dupla ainda não foi encontrado.

Com os bandidos vários objetos furtados de residências em quatro bairros da cidade foram recuperados como, pares de tênis, celulares, caixa de som, notebook e munições foram encontradas na casa de um dos autores. Os bairros em que os bandidos fizeram um arrastão foram Carandá Bosque, Itamaracá, Mata do Jacinto e Chácara Cachoeira.

Mais notícias