Em Corumbá, dono de laboratório é feito refém e obrigado a dirigir até fronteira

Vítima foi vendada e deixada em uma estrada de terra

O dono de um laboratório de 70 anos, da cidade de Corumbá a 444 quilômetros de Campo Grande, foi feito refém nesta quinta-feira (12) quando deixava o local por um bandido, que o fez dirigir até a fronteira da Bolívia.

O idoso contou que estava saindo de seu laboratório por volta das 17h20 desta quinta (12) como de costume, quando foi abordado por dois bandidos que entraram no banco traseiro e exigiu que ele dirigisse até a fronteira com a Bolívia. Ao chegar próximo a um posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal), um dos ladrões mandou que a vítima entrasse em uma estrada de terra.

A todo o momento, o idoso era ameaçado com uma arma apontada para a sua cabeça. Quando chegaram a estrada de terra próximo a uma mata, os bandidos vendaram a vítima e a deixaram no local. O idoso conseguiu uma carona com um motorista boliviano até a delegacia, onde registrou o boletim de ocorrência.

Um dos bandidos seria branco e teria aproximadamente 25 anos. O carro da vítima, um Toyota Yaris SD foi levada, assim como, sua carteira e celular. Ele disse que no laboratório existem câmeras de segurança que podem ter gravado o momento do roubo.

Em Corumbá, dono de laboratório é feito refém e obrigado a dirigir até fronteira
Mais notícias