Dívida de drogas pode ter causado assassinato de homem atrás de cemitério

Familiares devem ser ouvidos nos próximos dias

A Polícia Civil investiga se o assassinato de Pedro Yuka Caroba dos Santos de 31 anos, que teve o corpo descoberto atrás do cemitério Parques das Oliveiras, em Campo Grande, no último sábado (26) possa estar ligado com dívidas de drogas. O corpo da vítima foi reconhecido pela sua irmã.

O delegado da 5º Delegacia de Polícia Civil, João Reis Belo, disse ao Jornal Midiamax que é investigado se Pedro estaria com dívidas por causa de drogas, já que seria usuário, ou se o assassinato teria acontecido por algum desafeto da vítima. Ainda de acordo com o delegado, nos próximos dias familiares de homem serão ouvidos para a coleta de informações.

Pedro já tinha passagens por furto em 2012, na cidade de Pedro Gomes, e por furto em Campo Grande, em 2016. Ainda em 2016, um boletim de ocorrência foi registrado por sua família pelo desparecimento. Ele estava desaparecido antes de ser encontrado morto atrás do cemitério Parque das Oliveiras.

O corpo da vítima foi encontrado na manhã de sábado (25), com muitas lesões no pescoço e no rosto, o que o deixou desfigurado. Um pedaço de cerâmica foi encontrado ao lado do corpo. A cerâmica que pode ter sido usada nas agressões é de um vaso sanitário quebrado e foi apreendida junto com uma carenagem de automóvel, que também estava ao lado do corpo.

Mais notícias