Presa com cocaína do PCC em lanchonete que ameaçou PMs de morte continuará na cadeia

Ela teria dito que é integrante do PCC e colocaria nome dos policias na lista

Mulher de 41 anos presa em flagrante na tarde de sábado (9) na Nhanhá, por tráfico de drogas, teve a prisão preventiva decretada nesta segunda-feira (11). Ela chegou a dizer que era membro do PCC (Primeiro Comando da Capital) e que colocaria o nome dos iais no ‘salve’, os ameaçando de morte.

Segundo a Polícia Militar, equipe fazia patrulhamento quando abordou a mulher que vendia salgados na frente de casa. Ela usa tornozeleira eletrônica, pois já tem passagem por tráfico de drogas, e guardou algumas porções de cocaína em um padrão de luz. Outros papelotes da droga foram encontrados em uma bandeja.

“Vocês não mandam em mim, aqui é PCC, sou comando, seus porcos”, “O comando vai mandar um salve, vou colocar o nome de todos vocês”, disse ameaçando os militares de morte no momento da prisão. Ao todo foram apreendidas 29 porções de cocaína e a mulher ainda tentou incriminar os iais, dizendo que eles tinham ‘plantado’ a droga ali.

Depois, ela confessou que foi orientada pela facção a incriminar os iais. Ela foi presa em flagrante por tráfico de drogas, ameaça, resistência e . Em depoimento, ela negou o crime e também participar de facção criminosa.

Presa com cocaína do PCC em lanchonete que ameaçou PMs de morte continuará na cadeia
Mais notícias