Com 2 assassinatos em 7 dias, moradores das Moreninhas temem onda de violência

Lucas foi assassinado na varanda da casa de uma amiga com cinco tiros

Depois de dois assassinados em um espaço de 7 dias, no bairro em Campo Grande, os moradores temem que a violência volte para a região e o local volte a ficar perigoso novamente. Lucas de Moraes Charão de 24 anos foi assassinado com cinco tiros na cabeça, durante a madrugada desta quinta-feira (26).

Um dos moradores que não quis se identificar contou ao Jornal Midiamax que estava dormindo quando ouviu dois tiros e ao sair viu Lucas na cadeira da varanda da casa ferido a tiros. Uma outra vizinha contou que também ouviu os tiros, mas com medo nem saiu para ver o que estava acontecendo, “ Uma hora ia acontecer isso”, disse.

De acordo com os moradores a casa tinha uma grande movimentação de jovens que ficavam bebendo no local. Um dos moradores ainda indagou “Moreninha tá violenta de novo, há tinha parado com isso”, falou.

No dia 19 deste mês, na última quinta-feira, Gilmar da Silva, de 37 anos, foi assassinado com três tiros, no bairro Moreninha 3, em Campo Grande. A vítima morreu ao tentar defender o irmão em uma briga. O crime aconteceu na rua Araticum a mesma do assassinato de Lucas. O irmão de Gilmar era usuário, teria se envolvido em um desentendimento. Ao tentar protegê-lo, Gilmar foi baleado no pescoço e peito. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

na varanda

Lucas de Moraes Charão de 24 anos foi morto com cinco tiros. Ele estava na varanda da casa de uma amiga quando os autores chegaram em uma bicicleta.

O crime aconteceu por volta da 1h45 da madrugada desta quinta (26), na rua Araticun. Uma amiga de Lucas contou que estava na sua companhia bebendo na varanda quando um homem identificado como ‘Veinho’ teria chegado junto de seu irmão e armado invadiu a casa apontando o revólver para a vítima fazendo disparos, mas o segundo disparo falhou e o autor saiu voltando minutos depois.

A mulher teria pedido para ele ainda não atirar, mas ele teria respondido “não é nada com você”, e em seguida fez mais disparos contra Lucas sendo que arma falhou pela segunda vez. Mas, ‘Veinho’ voltou e fez outros disparos contra a vítima que foi atingida no olho, maxilar, pescoço, ombro e na parte esquerda da cabeça.

Com 2 assassinatos em 7 dias, moradores das Moreninhas temem onda de violência
Mais notícias