Defesa de prefeito diz que Kruger foi tirar satisfação com pessoas que o teriam ameaçado

Advogado do prefeito de Rio Verde, Mario Kruger (PSD), entrou em contato com a reportagem a respeito da confusão que envolveu o prefeito e moradores na cidade de Rio Verde de Mato Grosso, cidade a 203 quilômetros de Campo Grande.

 O advogado Diogo Casagranda disse à reportagem que o prefeito foi ao local, para tirar satisfação com apoiadores de um adversário político que o teriam ameaçado. “Ele não foi lá para arrancar outdoor do Bolsonaro”, diz. Ainda segundo o advogado, o prefeito passava pelo local quando foi tirar satisfação com pessoas que o teriam ameaçado.

Ainda segundo o advogado, o prefeito não estava embriagado.  Logo após a confusão, A Polícia Militar foi até a casa do prefeito e o levou para a delegacia. Mario Kruger não possui porte de arma.

 No vídeo, aparece o prefeito que chegou armado ao local, onde populares pegaram o revólver dele. Em um dos vídeos, aparece um homem puxando o revólver que está na parte de trás da cintura do prefeito. Depois, com o revólver na mão, o mesmo homem faz xingamentos contra o prefeito.

 

Defesa de prefeito diz que Kruger foi tirar satisfação com pessoas que o teriam ameaçado
Mais notícias