Polícia

Decretada internação provisória de adolescente que matou irmão a facadas

O adolescente de 17 anos que matou o irmão Cristian Matheus da Costa dos Santos, de 20 anos, na noite desta segunda-feira (11), em Campo Grande, teve a internação provisória decretada pela juíza plantonista Eliane de Freitas Lima Vicente. O rapaz deu duas facadas no pescoço da vítima que não resistiu e morreu no local, […]

Renan Nucci Publicado em 12/05/2020, às 14h24 - Atualizado às 23h24

 (Foto: Arquivo, Midiamax)
(Foto: Arquivo, Midiamax) - (Foto: Arquivo, Midiamax)

O adolescente de 17 anos que matou o irmão Cristian Matheus da Costa dos Santos, de 20 anos, na noite desta segunda-feira (11), em Campo Grande, teve a internação provisória decretada pela juíza plantonista Eliane de Freitas Lima Vicente. O rapaz deu duas facadas no pescoço da vítima que não resistiu e morreu no local, antes mesmo que pudesse ser levada ao hospital.

Segundo apurado pela Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude), os irmãos, acompanhados de dois amigos, estavam ingerindo bebidas alcoólicas na residência do adolescente, no loteamento Vespasiano Martins, quando Cristian supostamente provocou o cacuçla, dizendo que deveria parar de bater na mãe deles. O adolescente reagiu dizendo que quem agredia a mãe era, na verdade, o próprio Cristian.

Ambos entraram em luta corporal e tiveram que ser separados pelos amigos. O irmão mais velho voltou para a casa da mãe, com quem ainda morava. Porém, o adolescente se armou com uma faca e foi atrás da vítima. Em frente à casa da mãe, os irmãos iniciaram nova luta, sendo que o mais velho correu para o interior do imóvel. O adolescente o perseguiu e em um dos quartos o golpeou no pescoço, matando-o.

Em declarações prestadas na delegacia, o menor contou que encontrou o irmão mais velho em uma rua do bairro no mesmo dia dos fatos e foi ameaçado de morte. O garoto disse ainda que o irmão tinha comportamento violento e sempre o agredia, razão pela qual, inclusive, teria se mudado da casa da mãe.

 Ainda de acordo com o adolescente, o irmão teria avançado contra ele com um pedaço de pau, o que o teria motivado a se armar com uma faca. Em decisão proferida nesta manhã, a juíza converteu a apreensão em flagrante em medida de internação provisória pelo prazo de 45 dias.

Jornal Midiamax