Confusão em posto termina com um morto e outro ferido por PM de folga

Policial se entregou e disse que foi agredido por vítima

Gustavo Henrique Azevedo da Silva, de 19 anos, foi morto por um policial militar de folga após confusão em um posto de combustíveis na madrugada deste sábado (25), em Ivinhema, a 291 quilômetros de Campo Grande. Uma outra pessoa foi ferida na perna e o policial alega que disparou depois de ser agredido, além de ter sido alvo de disparos.

De acordo com o site Ivinotícias, a PM fazia rondas pela Avenida Brasil, quando ao passar perto do posto, se deparou com uma aglomeração de pessoas. Na ocasião viram a vítima caída. Testemunhas afirmaram que momentos antes houve uma briga e o motorista de um carro preto foi agredido, ocasião em que o passageiro do carro teria dado um tiro.

A equipe iniciou buscas pelo suspeito, quando ele se apresentou ao quartel, identificando-se como um soldado da PM. Ele então foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, onde relatou sua versão sobre o ocorrido. O PM alegou que estava com amigos no pátio do posto de combustíveis, quando um deles se envolveu em uma briga.

O suspeito afirma que tentou separar e chamou os amigos para irem embora do local. Porém, quando todos estavam dentro do veículo, Gustavo e outras pessoas teriam supostamente cercado o automóvel. Gustavo teria dado um soco do PM que, ao perceber que a vítima fez menção de pegar algo na cintura, atirou uma vez com pistola.

O soldado relatou ainda que no momento em que chegava ao quartel da PM, um grupo em uma picape e em dua motos passou atirando e ele revidou. Mais tarde, a polícia constatou no hospital que Gustavo deu entrada com um disparo no tórax e outra pessoa chegou procurando atendimento com um ferimento na perna. A Polícia Civil investiga o caso.

Mais notícias