Polícia

Completa um ano caso de empresário que matou a esposa e depois atirou contra própria cabeça em MS

Há um ano, a servidora Sandra Herter foi assassinada a tiros na cidade de Jardim, a 239 quilômetros de Campo Grande. O autor dos disparos foi o próprio marido, o empresário Antônio Marcos que após matar a esposa, atirou contra a própria cabeça. O caso chocou a cidade de Jardim e a investigação policial correu […]

Dayene Paz Publicado em 08/05/2020, às 18h32 - Atualizado em 09/05/2020, às 07h21

Empresário atirou contra esposa e depois se matou. Foto: Divulgação
Empresário atirou contra esposa e depois se matou. Foto: Divulgação - Empresário atirou contra esposa e depois se matou. Foto: Divulgação

Há um ano, a servidora Sandra Herter foi assassinada a tiros na cidade de Jardim, a 239 quilômetros de Campo Grande. O autor dos disparos foi o próprio marido, o empresário Antônio Marcos que após matar a esposa, atirou contra a própria cabeça. O caso chocou a cidade de Jardim e a investigação policial correu em sigilo.

O crime ocorreu na tarde do dia 8 de maio de 2019. À época dos fatos a Polícia Civil informou que o casal estava em processo de separação. “Eles estavam em processo de separação e isso pode ser uma das motivações para o feminicídio”, disse delegada da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher), Barbara Camargo Alves.

O casal era dono de lojas de utilidades da cidade e tinha três filhos, dois deles já maiores de idade. Apenas a empregada doméstica estava na casa no momento dos fatos e foi quem acionou a polícia ao ouvir os tiros. O casal já estava sem vida quando o socorro chegou ao local.

Jornal Midiamax