Comparsa de Tio Arantes, ‘Gugu’ ameaça agentes na Máxima ao ser flagrado com celular

Quebrou o celular na frente dos agentes depois de ameaçar dizendo ser PCC

Antenor Motta de Moraes, conhecido como ‘Gugu’ e comparsa de José Cláudio Arantes, o ‘Tio Arantes’ ameaçou de morte agentes penitenciários na manhã deste domingo (16), no Presídio de Segurança Máxima da Capital.

As ameaças foram por volta das 7 horas da manhã deste domingo (16), quando os agentes receberam a denúncia de uma mulher de que havia um preso, que a estava ameaçando com ligações. Quando os agentes foram até e cela 1 do pavilhão 4, ‘Gugu’ que estava com um celular quebrou o aparelho na frente dos agentes penitenciários.

Após quebrar o aparelho, ele fez ameaças “isso não vai ficar assim, haverá cobrança na rua. Aqui é o primeiro comando da Capital”. Seis agentes participaram da operação, que encontrou anotações na cela de Antenor Motta.

Em 2013, ele foi denunciado pelo Gaeco junto de Tio Arantes, Ana Aparecida Pires conhecida como ‘Cida, Solange Silva Santos conhecida como ‘Sol’ ou madrinha do PCC, e mais quatro por associação para o tráfico. ‘Gugu’ era o apoio de Tio Arantes no Estado para a venda de armas para o PCC (Primeiro Comando da Capital). Antenor ainda tem passagens por roubo majorado.

Mais notícias