Com selo de organização criminosa brasileira, mais de 10 toneladas de maconha são apreendidas no Paraguai

Droga estava em um caminhão que iria para a Argentina pertencem ao Primeiro Comando Ferrari

Uma carga com 10.039 quilos de maconha foi apreendida nesta sexta-feira (23) pela SENAD (Secretaria Nacional Antidrogas). A droga encontrada em um caminhão estava identificada  com a siga PCF, que segundo a as autoridades paraguaias à facção do crime brasileiro conhecida como Primeiro Comando Ferrari.

A abordagem do caminhão foi feita na região de Pirapó, no Departamento de Itapúa e seria levada para a Argentina.  A carga de maconha estava distribuída em 449 embalagens e foi avaliada em 300 mil dólares, segundo agentes da SENAD.

O caminhão interceptado era conduzido por Reinaldo Rotela Barrios, que estava acompanhado por Cristhian Garcete e Javier Solís Greve. Os três ocupantes foram presos e levados junto com a carga e o veículo para a base da Marinha do Paraguai em Encarnación, onde a carga foi pesada.

Com selo de organização criminosa brasileira, mais de 10 toneladas de maconha são apreendidas no Paraguai
Mais notícias